Uma pessoa que organiza mal seu tempo

terça-feira, 8 de setembro de 2015

Um dia tem exatas 24 horas. Às vezes, com alguns quebrados. 
Uns dizem que isso é mais do que suficiente para se fazer o que se quer.
No meu caso, pare que o tempo escorre pelas minhas mãos como grãos de areia e quando vou ver, minha mão está vazia.
Pode ser que eu realmente tenha coisa demais a fazer. Eu me dei muitas responsabilidades. Ou será que é por que eu quero fazer tudo logo e fico indecisa, sem saber por onde começar?
Acho que é a segunda opção, em "plus" com a primeira. Muita coisa para pouco tempo. (Sem contar que tem aquela de me interromperem diariamente.)
E quando estou fazendo algo, outra coisa ocupa a minha mente e começo a fazê-la ou esquecendo o anterior ou em paralelo. Imaginem a bagunça que fica!
Escreve um conto aqui, revisa algo ali, responde uma mensagem por lá, baixa uma música acolá.
Pessoa pipoca e multitarefa que eu sou. E por consequência disso, meu tempo é mal aproveitado de certa forma, porque eu me organizo mal.
Eu realmente preciso fazer construir uma rotina para mim (foi inclusive recomendação da psicóloga), mas sei que não vai funcionar muito bem. Como disse em um outro texto: Meus planos são sempre atropelados.
Mas eu sei que preciso me esforçar para tal. Só dando um primeiro passo é que eu posso começar a aproveitar melhor os dias, as semanas, os meses e os anos. E fazendo tudo o que quero fazer, sem precisar ficar intercalando tudo para poder dar tempo.

2 comentários :

gih disse...

Oiii Ane, tudo bem??? Também tenho esse problema. Muita coisa para fazer e pouco tempo. Mas sabe uma coisa que me ajuda muito? fazer listas de tarefas. Eu não coloco em ordem não, apenas coloco em um papel tudo o que eu deveria fazer e vou riscando a medida que a tarefa é concluída. Me ajuda muito, por que fico numa agonia para ver a lista riscada e cada vez que completo uma tarefa é como se tivesse concluído uma fase em um jogo, hahah e isso me motiva a continuar. Nem sempre consigo fazer tudo o que eu planejei na lista, mas parece que o dia rende mais assim. tente, vale a pena. Se não der certo, bem, valeu a tentativa né? Beijão
http://profissao-escritor.blogspot.com.br/

Francine Porfirio disse...

Oi, flor. Acho que está para nascer quem não se sentiu assim pelo menos uma vez na vida, haha. Menina, estou num momento em que não tenho finais de semana nem noites livres, porque estou sempre trabalhando. É uma loucura total, mas sei que é porque assumi muitas responsabilidades e todas a longo prazo. Hoje mesmo tive uma reunião na qual definimos um calendário para determinado trabalho. Sabe qual é a última data nele? 23/12. Sério, quase natal e estarei ocupada. Um saco. Enfim, só espero não continuar sendo BURRA em 2016 e parar de assumir o que nem gosto de fazer.

Beijos!
http://www.myqueenside.blogspot.com