O que eu quero ser quando crescer?

sexta-feira, 10 de junho de 2016

Umas das primeiras perguntas que nos é feita na infância é: o que você vai querer ser quando crescer?
Sério, gente, quem faz uma pergunta dessa para uma criança de cinco anos? Porque ninguém sabe o que quer da vida com essa idade. Alias, a gente nem tem tanta noção da vida dessa fase. A gente só quer saber de brincar e se divertir.
E sinceramente, estou eu aqui, no meu alto dos 20 e poucos e ainda nem tenho certeza do que eu quero da vida. E as pessoas nos pressionam a que tenhamos essa decisão, de qual profissão seguiremos, aos 17/18 anos. E nessa idade a gente ainda não tem ideia de nada.
Por isso que as pessoas mudam de curso na faculdade ou até trocam de emprego. Porque a gente caba pagando para ver e nem é aquilo tudo o que esperamos e imaginamos.
E por que essa cobrança toda em ter "um futuro"?
Maioria das coisas que fazemos é pensando nisso, mas a gente esquece uma coisa mais importante ainda: viver o presente, o agora.
As vezes é bom só sair andando por ai, com a mente vazia. Sentindo o vento atingir o rosto e os pássaros cantarem.
Sei que existem pessoas, que apesar da pouca idade, já tem plena consciência do que querem ser e correr atrás disso e é admirável.
Porém, eu não sou assim. Eu já disse que seria estilista, atriz, cantora, só falta a habilidade para tal mesmo.
Fui descobrir que queria ser escritora porque eu já o era havia muito tempo, só o tal pensamento só me acometeu aos 17/18 anos, quando comecei a faculdade.
Na verdade, escritora eu já sou. Sempre fui! As histórias que queriam ser contadas me fizeram assim. Eles cresceram comigo e são parte importante de quem sou hoje.
Eu cresci e sou autora! Só que eu continuo com 1,60m de altura.

1 comentários :

Gislaine Oliveira disse...

Oiii Ane =D Adorei a postagem :)
Realmente, essa cobrança é bem ruim, pois muitas pessoas surtam com isso. Eu surtei algumas vezes hahahha.
Mas na verdade, eu sempre quis ser escritora. Desde os meus 5 anos :3 que foi quando eu aprendi a ler.
Bem, de verdade eu queria ser mentirosa. Que era alguém que inventava histórias né? E eu sempre gostei de inventar e minha irmã dizia que eu era uma grande (ainda que pequena) mentirosa. Quando descobri a biblioteca e montes de mentirosos profissionais, decidi o que queria da vida <3
Mas claro que a estrada não foi fácil (e não é até hoje).
Passei por muitas estradas, fiz curso de tudo que é coisa, abandonei curso, comecei faculdade, abandonei faculdade, ufa...
Agora faço marketing e pretendo um dia atuar para conhecer melhor o mercado. mas faço de verdade, para aprender mais sobre a minha carreira :)
Um beijão
https://profissao-escritor.blogspot.com.br/