Akemi no Musuko

sábado, 2 de maio de 2015

Lá vou falar de mais um dos meus filhos! :3
Dessa vez será sobre, acho que a minha história mais recente, Akemi no Musuko.
Uma coisa é verdade, a temática da gravidez sempre me agrada. Não me perguntem o porquê, mas eu gosto de história que tenham um futuro bebê a caminho.
No final do ano passado e no início desse, lendo alguns mangás curtos quando me bate vontade e também tédio. (Ai depende muito do que eu estiver com vontade ler. haha)
Eu acabei lendo quatro no total, dois josei que seguiam quase a mesma história, mais adultas e tal, mudando alguns detalhes e que eu esqueci os nomes. E os outros dois eram shoujos, esses eu lembro os nomes: 17 sai no Mama e Akkan Baby.
E foram estes dois que eu mais gostei, justamente porque shoujos moram em meu coração. Eles falam sobre o mesmo assunto, gravidez na adolescência, mas abordando de uma maneira diferente. 17 sai no mama é de uma maneira mais dramática e muito mais sério, chega a ser triste em muitos momentos. Akkan Baby é totalmente puxado para comédia e tem alguns toques de drama nas partes críticas e que foram realmente necessárias. É um amorzinho de mangá!
Bem que eles poderiam ser adaptados para anime. Há carência dessa temática em animes. Até dorama tem, mas anime nada. =(
Prometo reler e fazer as resenhas merecidas aqui no blog!
Agora continuando...
A pessoa aqui é tão carente do tema que resolveu escrever uma história sobre.
E olha, ainda estou escrevendo o terceiro, mas pesquisei tanta coisa. Olhei em sites focados na cultura asiática para saber da rotina escolar, da maioridade e até dei uma bela de uma revisada nas partículas de tratamento para fazer tudo certinho.
E estou bastante satisfeita em como a história está saindo. Não é algo revolucionário, porque o final acaba ficando óbvio até demais, mas eu quero usar a história para dar uma luz a mais sobre esse assunto, que é muito complicado.
Segue a sinopse!

Sinopse: Aiga Akemi é uma estudante do 2º ano do ensino secundário. Ela sempre foi uma menina bem resolvida e se encontrou com diversos garotos de sua e de outras instituições. Sempre se protegeu da maneira correta, até que a sua noite com um dos rapazes gerou uma consequência: Ela engravidou.
Cabe apenas a ela saber o que fazer. Ela abortará? Levará a gravidez até o fim?
Uma história que fala sobre como é ser uma adolescente grávida no Japão.

E vocês podem ler no Contos Anê Blog, Wattpad e Nyah Fanfiction.

2 comentários :

gih disse...

Oi Ane, tudo bem??? Diferente de você, eu não chego perto dessa temática, hahaha. Tem grávida no meio??? Me esquece, kkk. Sério, eu chego a atravessar a rua quando vejo uma grávida :P
Coisa de outro mundo, nem sei explicar bem. Bem, como você já deve imaginar, eu também não quero filhos, e eu sou meio traumatizada de outra vida eu acho, hehe
Sério. Ontem era aniver do meu marido e os parentes dele são colonos e eles estavam falando das vacas que iam ter cria e tudo mais, fui obrigada a me retirar da mesa. Estranho né??? kkkk
Mas acho sim importante retratar sobre esse tema. Então boa sorte na sua história :)
Um beijão
http://profissao-escritor.blogspot.com.br/

Francine Porfirio disse...

Oi, flor!
Adorei o tema! Eu acho importante problematizar o assunto por meio da literatura. Gravidez na adolescência, ainda mais contextualizado no Japão, soou interessante para mim. Achei bacana o texto introdutório que você fez, justificando o que a motivou a escrever a história. Acho que o mais legal é quando o autor escreve algo sobre o qual gostaria de ler.

Sucesso, flor!

Beijos!
http://www.myqueenside.blogspot.com