Resenha #5: Velozes e Vorazes

segunda-feira, 8 de setembro de 2014

E lá vou eu com mais uma review/resenha de livro. Se bem que este aqui não poder ser muito considerado "livro". É uma graphic novel.
O nome é Velozes e Vorazes. É um daqueles que eu comprei na bienal nos estandes pequenos e onde tinham mangás. (otaku aqui né, gente!)
Sem mais delongas, segue a sinopse.

Sinopse: Esta é a história de Thut e Jihan, que disputam as atenções de Shina. Três jovens que formam uma triângulo amoroso, vivendo em um mundo num período muito remoto, quando os dragões dominavam os céus na Terra. Quando eram domados e treinados para competir em corridas clandestinas e extremamente audaciosas. Verdadeiros rachas entre jovens destemidos e apaixonados, durante a alvorada de um planeta selvagem.

A primeira coisa a falar desta leitura é que ela foi bem rápida. Levei uns dois, sendo que eu só leio de noite, por preferência mesmo. Para mim, tamanho não é documento, nem com pessoas e muito menos com "livros", mangás, seja lá o que for.
Ele realmente segue o que está escrito abaixo do título: Romance de fantasia no ritmo mangá jovem. Uma leitura leve e fluida, com capítulos curtos, do jeito que eu gosto.
A história se passa em Atlântida, em uma época bem remota da Terra. Um misto de tecnologia e de medieval (vide as roupas dos personagens).
Os dragões vivem entre eles e por conta disso existem as corridas de dragões. Algumas coisas do passado fizeram as corridas serem suspensas por alguns anos, mas depois voltou apenas com um circuito oficial. Mas, claro, existem as corridas e torneios clandestinos. As corridas são sempre muito perigosas e disputadas. Ocorrem muitos sacrifícios, seja de homens ou dragões.
Tudo começa em mais uma destas, a última do campeonato, onde a corredora Shina perde no último segundo para Johan. A garota fica meio com raiva, mas tentará no ano seguinte. Nosso protagonista, Thut, e seu amigo, Jihan, também estavam nesta corrida, mas ficaram para trás.
Na temporada seguinte, Shina faz uma aposta, quem ganhar a corrida tem o direito de ficar com ela até o próximo vencedor aparecer. Assim, os amigos acabam brigados. E tem um terceiro corredor nesta aposta também.
Thut tem agora uma dragoa, que veio até ele por vontade própria (Por que ela me lembra a dragoa da Destemida?) e confia em seus instintos na hora da corrida. Ele também tem uma única fã, Réa, que sempre está lá torcendo por ele.
E a história se desenrola no decorrer do torneio, entre os triângulos amorosos. Adrelina das corridas e o romance voraz.
O final da história foi bem acima do que eu esperava e realmente teve um quê de mangá e de anime. Eu nem curto né?
Existem alguns desenhos dentro desta Graphic Novel, elas tem um jeito de mangá mesmo e até um bocado rascunhado, mas são fotos legais. Só acho que elas ficaram meio desconexas com o texto.
Enfim, pode até ser curto, com 63 páginas, mas ainda assim é uma boa leitura. Eu me diverti bastante lendo e vou guardar uma frase para usar para sempre: Você tem culhões!

2 comentários :

Francine Porfirio disse...

Olá, Ane-flor!
Adorei os ajustes no seu blog! <333 A assinatura, o fundo, os ícones das categorias… Tá tudo lindo! Parabéns!

Sabe que nunca li uma graphic novel? Sim, pode sentir vergonha alheia, haha. Gostei da história de Velozes e Vorazes. Corrida entre dragões já renderia uma boa disputa, una isso à possibilidade de morrer e pronto! Temos uma história cheia de adrenalina (rs). Eu espero poder lê-la algum dia, mas confesso que acho difícil. Entre este gênero e um livro, acabo optando por este último. :/ Faz parte (rs).

Beijos!!!

My Queen Side

Ricardo Biazotto disse...

Assim que você cita mangá a história já conquista a minha atenção. Estou bem desligado desse "mundo", mas qualquer novidade é bem-vinda e, quando a história aparenta ser interessante, isso se torna ainda melhor. Particularmente não conhecia, mas espero ter a oportunidade de ler, ainda mais sabendo que o final é acima do esperado. rsrs

Beijos,
Ricardo - www.overshockblog.com.br