Resenha #22 : Tenshi - Um anjo sem asas

sábado, 12 de março de 2016

Anelise trazendo mais uma resenha para vocês (Com um plus de vídeo, porque sim).
De mais um livro que comprei na bienal do ano passado e peguei autógrafo com a autora. Até sigo o canal dela no youtube agora. Tem resenha de mangás, o que eu posso fazer? haha
Após a sinopse, minha humilde opinião sobre o Tenshi.

Sinopse: Seria ele um anjo?
Que outra explicação teria para aquele garoto surgir do nada em seu caminho, caído, ferido, frágil e desmemoriado, bem na noite de um tradicional festival?
Ao encontrá-lo, a possibilidade de ajudá-lo se torna um escape para Umi, uma adolescente que enfrenta no dia a dia as dificuldades de ser diferente.
E assim ela acaba, sem perceber, se envolvendo em um novo sentimento. Enquanto se esforça para descobrir quem é o misterioso garoto desmemoriado, os acontecimentos inesperados daquele verão também levam Umi a descobrir mais sobre si mesma.

Gente, essa é mais uma resenha que eu nem sei por onde começar. É tanto amor que tá complicado!
Sabe, Tenshi é um livro que eu já sabia que ia gostar, no momento em que li o primeiro capítulo no wattpad, numa das primeiras vezes que eu entrei lá. Como diz uma frase minha (ou de muito mais gente): Às vezes, você encontra os livros. Outras vezes, os livros encontram você.
Pois é! A Umi-chan me encontrou e é claro que eu quis logo ser amiga daquela gaijin super fofa.
E cara, tem tantas referências aos animes e ao próprio Japão. Ele mostra um lado diferente do que foi apresentado em A Espada de Kuromori. (Que eu amei também!)
Natsuo Umi é uma adolescente de 15 anos. Ela é japonesa porque foi adotada por um casal japonês. E os pais dela são um amor.
A pobre sofre muito bullying por ter uma aparência estrangeira, com seus cabelos loiros e olhos azuis. (Tsukino Usagi? Nem um pouco. Imagine!)
O livro conheça no dia do Tanabata Matsuri, entre julho e agosto, onde a Umi sofre mais um ataque das colegas de classe durante o festival e sai correndo. Eis que, ela tropeça em algo e cai no chão. Ao ver, é uma pessoa! Um menino, a quem deu o nome de Aki.
O garoto não sabe quem é e nem como veio parar ali, então Umi passa a ajudá-lo a tentar se lembrar de tudo isso.
E também muitas outras coisas acontecem no caminho.
Além de ter me apaixonado pela Umi, me apaixonei pela Natsu, pela Kaori e pelo Shimada-sensei. (É o BIAS!) . O Aki é um amor, até o momento em que ele se lembra de tudo. Mas ainda bem que ele cai em si.
O livro tem tudo o que um otaku gosta: romance, cultura japonesa, personagens cativantes. É um shoujo em livro! Só falando assim. Além de um pouco de ação mais lá pro final, porque rolam umas tretas.
Gente, tá complicado passar o que eu achei esse livro. Não consigo encontrar defeito, só na diagramação na parte do encaixe das figuras com o texto. Só que é um mero detalhe!
O livro flui e tem uma leitura leve e divertida. E cada capítulo que termina, a gente quer continuar e ao mesmo tempo, não quer que acabe.
Terminei a leitura querendo começar de novo! De verdade!
Tenshi entrou para mais um dos meus favoritos. E eu já sabia disso, assim que li o primeiro capítulo. Eu só queria saber o resto da história mesmo.
Tenshi: Super recomendo! =D
A minha foto com a Lu lá na Bienal.


E a resenha em vídeo! :3

3 comentários :

Luciane Rangel disse...

Sua linda! S2 Obrigada pela resenha mais do que fofa!
E amei o vídeo também, já deixei um comentário lá e estou seguindo o seu canal! ^_^
Que bom que Tenshi te encontrou! S2 Fico muito feliz!
Beijocas!

Ane-chan disse...

Lu,
respondi no youtube e vou responder aqui também. Porque sim!
Sim, Tenshi me encontrou e me abraçou.
Espero que goste do meu canal. Eu tento dar o meu melhor nele. :3
Beijos!

gih disse...

Oii Ane, tudo bem??? É claro que você ia gostar do livro hahahhaha :) E já sabia que você estava com super vontade de ler :) Eu tenho só o marcador mesmo do livro hahhahahah
Lembra que eu disse que sou de fases?
Pois é. Andava em uma fase meio querendo saber mais desse mundo, dessa cultura e tal, até comprei alguns mangás, achei uns animes e tal e pá. Mas já sai da fase hahahaha
Agora estou só acompanhando Black butler porque é demais mesmo <3
Beijooos
http://profissao-escritor.blogspot.com.br/