Produtividade nas férias?

sexta-feira, 24 de julho de 2015

Tem gente que se anima quando as férias chegam para poderem escrever ou fazer seja lá mais o que eles gostam. Eu também penso assim quando vejo as datas de férias começarem a despontar no calendário, mas isso acaba caindo por terra um tempo depois.
Uma coisa que eu já tinha percebido tem muito tempo, mas só tive coragem de afirmar agora: Eu não rendo muito em período de férias. É sério!
Não sei dizer se é preguiça ou querer aproveitar os tempo livre para fazer outra coisa. Mas o detalhe disso com o períodos de viagem e férias dos meus pais. Não reclamo de viajar ou dos meus pais estarem de férias, mas é que com essas duas coisas, é como disse no post sobre "Planos mentais anulados", meu tempo hábil e livre para fazer esse tipo de coisa cai bastante.
E sim, porque ficam me dando coisas a fazer.
E justamente a única que eu sei que eu consigo render escrevendo, que é na média das 22h, é a hora em que eles começam a chamar para dormir. Porque não dormem se não estiver todo mundo deitado.
Sei que devem estar achando que estou reclamando ou até falando demais, mas é assim que a banda toca aqui em casa. É complicado!
O que me resta fazer no final de tudo? Pois é, dar o meu jeito. É o que eu sempre faço!
Vou fazendo o que dá e espero os período "normal" chegar.
A produtividade cai, mas ela não some completamente, porque eu me esforço para isso não acontecer!
(Mais uma postagem durante viagem! :3)

3 comentários :

gih disse...

Oiiii Ane, tudo bem??? Sei bem como é isso :P
mas eu confesso que quase não produzo nada nas férias :(
Na verdade, não produzo nada quando me programo. Nem quando não me programo :P
Na verdade, só consigo fazer alguma coisa quando bate aquela vontade incontrolável. Daí sim, meu rendimento vai lá nas alturas. fora isso, sou uma negação kkkk
beijooos
http://profissao-escritor.blogspot.com.br/

Ricardo Biazotto disse...

Embora não tenha sido efetivamente férias, confesso que o mês de julho foi totalmente improdutivo por aqui. :( Até tentei me esforçar para que isso não acontecesse, mas, entre outras coisas que aconteceram, assumi tantas responsabilidades que infelizmente não consegui me dedicar a escrita. No entanto agosto começou com a certeza de que será muito melhor e dessa vez o esforço será muito maior. hahaha Caso contrário... Estou ferrado. :x

Beijos,
Ricardo - www.overshockblog.com.br

Francine Porfirio disse...

Oi, flor!
Ah, as férias… Eu queria tê-las no meio do ano, mas julho para mim não muda em nada há muito tempo. Saudades de me sentir com mais tempo. Enfim, entendo que a produtividade diminui, mas não é para isso que servem as férias? Curta, flor. Durma mais, coma mais, saia mais. Nada de ficar presa ao computador ou às tarefas corriqueiras. Isso pode ser feito nos outros meses (rs).

Beijos!
http://www.myqueenside.blogspot.com