Pessoas que me inspiram: Masami Okui

sábado, 6 de junho de 2015

Mais uma cantora dentro das inspirações (e ainda terão muitas): Masami Okui.
E no a Masami me inspira?
Tipo, as músicas delas não tem explicação não. Posso afirmar que ela é uma artistas bem na frente do tempo.
E ela também é bem versátil, as músicas dela vão de baladas e rocks. E eu gosto dos dois!
Essa mulher nasceu para fazer músicas. As poucas letras que vi tradução, eu me apaixonei.
E já as que não tem tradução nem me importam. Uma coisa que acontece é a barreira da língua ser quebrada.
A Okui-san já tem uma grande estrada como cantora, já cantou diversas aberturas de animes e continua a escrever músicas maravilhosas. Vide que tem uma música da Minorin que eu amo, Defection, que foi escrita por ela. :3
Ela também faz parte do JAM Project, é a única mulher do grupo. Mas eu a prefiro como solista.
Sem contar que ela é tipo da "madrinha" do Animelo Summer Live, ela que representa o evento e escreveu praticamente todas as músicas tema. haha
A mulher não é pouca coisa não! :3
Em vários momentos em que estou escrevendo, as músicas da Masami estão presentes.
Okui-san, sua linda!

2 comentários :

gih disse...

Oii Ane, tudo bem??? Eu não conhecia a cantora, mas pelo visto ela está podendo não é mesmo? E isso é mesmo inspirador :)
Mulheres poderosas é o que há de melhor, hahahah
Um beijão
http://profissao-escritor.blogspot.com.br/

Francine Porfirio disse...

Adoro quando encontramos quem nos inspira. Confesso que sou o tipo de pessoa que tem poucos artistas capazes de me inspirar. Gosto muito da Frida Kahlo, por exemplo. Também gosto do vocalista do the GazettE. Uma das coisas dessa banda que me faz admirá-la é a história de sua formação. O Ruki era o baterista e sempre acreditou que poderiam fazer sucesso. Mas todas as bandas que ele entrou não tinham futuro. Então, quando conseguiu finalmente formar outra banda, faltou o vocalista. Ele acabou abraçando o microfone e seguiu em frente. Aliás, quando adolescente, ele usava roupas muito "esquisitas", que o faziam sofrer bullying. Imagine um cara costurar o próprio terno do uniforme, colocar tecido pink e enchê-lo de metais. No Japão, isso é mal visto, você sabe. Mas a estética para o Ruki sempre foi importante – tanto que o the GazettE tem muita influência dele na sua arte visual. Quando ele se tornou vocalista, a banda começou a ter sucesso, mas a voz dele era horrível – sério, flor, mesmo sendo fã admito que era terrível. Ele fez aulas de canto para melhorar. Enfim, me inspiro nele, porque ele acreditou em si mesmo. Saiu de casa na adolescência, desacreditado pelos pais, em direção a Tóquio e fez a coisa acontecer! :D

Beijos, flor!
http://www.myqueenside.blogspot.com