O que eu acho de dicas para escrever

quinta-feira, 12 de junho de 2014

E lá vou eu de novo com posts desse tipo.
Vocês sabem bem que tem bastante gente e tem bastantes lugares que dão dicas para os novos escritores, que ainda estão aprendendo a escrever ou que querem começar.
Essas dicas são úteis para muito, mas para mim, que aprendi a escrever fazendo-o, acaba virando uma coisa repetitiva e até em alguns casos sem sentido.
Ainda lembro a vez que vi dicas para a construção de cenas. Quando eu li aquilo aqui eu fiquei "Quê?".
Eu não entendi nada daquilo!
Imagina alguém que não tem noção de escrita?
Deveria ficar mais biruta que eu!
Isso aconteceu porque a dica tinha tantas nomenclaturas (nome técnico), mas tantas, que você fica olhando aquela palavra ali no meio e tentava descobrir o que era aquilo.
Acho que quando se vai dar dicas para alguém você pode até se utilizar destes termos, mas explicando o que eles são e o que eles fazem.
Em alguns casos, quando se vai fazer uma coisa mais geral, exemplo: enredo. Tem aquela classificação: Apresentação, complicação, clímax e desfecho. Como são coisas maiores, no caso de uma história, dá para explicar direitinho.
Tentar fazer a mesma coisa com um elemento menor da história, a cena, complica!
Eu sei que estou meio controversa. Sei que as dicas ajudam muita gente, mas para mim elas não servem mesmo. Sempre fui de aprender a fazer fazendo mesmo.
Sei escrever porque eu escrevo. Pode ser uma linha ou cem por dia. E uma coisa que jamais me aconteceu foi alguém me dizer ou me ensinar a fazer isso!

0 comentários :