Cabelos ao vento...

quarta-feira, 13 de fevereiro de 2013

Um dia de sol, daqueles bem quentes. Estou com muito calor. Tudo o que mais quero é algo que possa me refrescar, nem que por breve segundos, fazendo-me esquecer do calor um pouco.
E de repente corre uma brisa. Que ao tocar minha pele causa um calafrio e um arrepio, mas ambos são bons. Sinto a brisa também chegar em meus cabelos e tocá-los, fazendo me sentir em uma cena de filme ou em um videoclipe.
Como o vento ás vezes pode ser gracioso e forte, dependendo de como vem.
Pode ser inofensivo, como uma brisa. Ou devastador, como aquela ventania antes (e durante) uma tempestade.
O vento é assim variável, como eu!
Em certo momento estou tranquila, mas posso mudar para um vendaval e ter mais força.
Também me assemelho ao vento por sua beleza e sua invisibilidade. O vento é belo, mas ninguém o vê, só o toca, o sente.
De vez em quando me sinto invisível, mas os meus sentimentos podem tocar a todos. 

0 comentários :