Homenagem a quem escreve certíssimo...

domingo, 17 de fevereiro de 2013
Claro que o título se trata de uma ironia. Eu sei que todos os seres existentes tem o dever de saber o português todo. Tanto que eu não sei tudo e também erro.
Mas, acho que existe um limite para isso. As pessoas costumam errar coisas comuns e bem fáceis. (Não não é exagero.) E as pessoas não se tocam que escrevem muito mal, acham que estão abalando a boca do balão. O máximo que conseguem é uma print, uns minutos de fama e ser reconhecido como um eterno idiota.
Se preparem que eu vou entrar em uma personagem que tem um português péssimo. E vou exagerar. Lá vai...

Olha aqui, meu bem, recalcada! Num me entereressa o que vose acha de mim. Porque eu sou fabulosa, meu bem! Minhas fotus tem muintas curtidas e muintos comentários. Isso tudo é enveja! Porque eu tenhu um namorado lindo, só para mim beijar e abraçar. Concerteza vose quer o corpo nu dele, mais não vai ter. Cuido do que é meu. cuide do que é seu! Fica perdendo tempo mechendo e fofocando a vida do zoutro.
Vai lá pastar, sua vaca leiteira. SUA E-N-V-E-J-O-S-A! Seu recalque aqui bate e volta, querida.

Não ficou tão exagerado quanto achei que fosse ficar, minha personagem sabe até pontuar. Isso é só uma parte para vocês terem uma noção de como esses tipos de erro me irritam.



0 comentários :