A loucura do tempo correndo

terça-feira, 14 de novembro de 2017
Vai chegando este momento do ano, em que meu aniversário se aproxima e eu fico pensando em como o tempo parece até voar de tão rápido que ele passa.
Parece que foi ontem que eu tinha 16 anos e estava terminando o ensino médio e tinha escrito meu primeiro livro do início ao final, em alguns poucos meses.
E que parece foi anteontem que eu entrei na quinta série, sofri bullying pela primeira vez e comecei meu primeiro livro, que me remetia aos anos anteriores.
Parece que foi semana passada que eu estava sendo alfabetizada na escola, lendo minhas primeiras palavras...
A gente não tem noção do tempo até que ele passe! É assim mesmo!
Parece que é tempo perdido, mas não, é tempo aproveitado. Ele é tão bom que a gente nem sente.
Assim, só nos restam mesmo as memórias, as risadas, os choros, as músicas, os filmes, os livros, fotografias... Coisas que nos remetem ao passado!
Estou perto de completar um quarto de século e me pego pensando em tudo o que já fiz na vida, quantas pequenas conquistas eu tive.
Alguns dizem ser muita idade, outros dizem ser pouca idade. Mas, eu que estou quase nela, só a considero minha mesmo.
Abraço com carinho cada um dos números que os anos me dão e agradeço sempre por poder somar mais um a conta, no mesmo dia 30 de Novembro, todos os anos.

0 comentários :