A falta de apoio a uma autora

sábado, 4 de fevereiro de 2017
Desabafo de novo... Tem dia que é complicado!
Mais uma coisa dessa vida sofrida de autora. A única parte boa mesmo é escrever, onde você dá vida ao que está dentro de você. Revisar é de boas, nada muito complicado. Um beta, que é alguém que já conhece o seu trabalho também é algo super legal.
Mas, ai, chega na parte da gente publicar e vender. Não estou nem reclamando dos modos de publicação, eu fiz a minha de graça na Amazon. Só das antologias que tive que pagar os livros para revender.
O problema é essa falta de apoio que eu sinto das pessoas a minha volta.
Não estou dizendo que eles tem que me apoiar incondicionalmente, sei que não escrevo nada que eles vão de fato gostar e se interessar a ler por vontade própria algum dia. Mas poxa, pelo menos vir falar comigo e me parabenizar pelo livro, pelo conto e tal. É pedir muito?
Talvez seja porque as pessoas estão sempre muito ocupadas olhando os próprios umbigos e não tenham cinco minutos para se preocupar com um outro alguém. Ou seja que tem tanta coisa na rede social que meu post sobre um livro é só mais um perdido ali no meio. No meio de tantas fotos, de tantas pessoas, de tanta coisa. É difícil se destacar!
E não apenas das pessoas próximas, mas também daquela história de quando a gente posta um capítulo novo do livro que tem online e claro, ninguém dá as caras ou sequer te deixa um comentário e um voto (no caso do wattpad). Assim, sei que demoro muito a postar um capítulo novo, por conta de escrever muitos de uma vez e demorar a passá-los para o computador. As pessoas devem achar que história tá abandonada, mas não, só não tá atualizada mesmo. E é um ciclo eterno que afeta todo capítulo a ser futuramente postado.
Eu tenho é que parar de tentar encontrar justificativas e desculpa do porquê as pessoas não leem tanto assim meus escritos. Eu tento me animar fazendo isso e acabo me enganando profundamente.
Talvez eu só não esteja escrevendo o que eles querem ler, porque a primeira pessoa que agrado com minha escrita sou eu mesma.
Ainda algumas palavras de algumas críticas ainda martelam na minha cabeça e acabam me afetando em momentos de uma estima mais baixa.
Cabeça levantada, porque de qualquer forma, os livros não se escrevem sozinhos não é? Tento me animar de alguma forma. =D
Peço perdão por esse post, mas eu só tenho vontade de colocar o que tô sentindo em forma de texto sem nem me preocupar com o sentido ou algo assim, por isso é um desabafo.
Até a próxima. Beijos!

1 comentários :

Gislaine Oliveira disse...

Oi, Ane 😍 desabafar é ótimo 😄 ultimamente o Facebook tem me servido para isso. E é como você disse, as vezes é difícil. Entendo o que você sente. Às vezes fico mal e me sinto assim também. Mas o mais importante é lembrar que se você gosta do que escreve e se diverte com isso, então isso também acontecerá com os futuros leitores. Suas historias só talvez não tenham encontrado os leitores certos ainda 😍 um beijão